Conforme escrevemos no nosso post do dia 01/02/2016, há pouco mais de um mês, sob o título: “Dólar a R$5??”, já prevíamos uma reviravolta.

Citando nosso próprio post:

“Há relatórios que dizem que o dólar passará dos R$5!

O Relatório Focus dessa semana trouxe a expectativa dos economistas para a moeda norte-americana para o final de 2016: R$4,35.

Estamos vendo a economia dos EUA patinar (para não falar em recessão, que apontamos há pouco), mas as pessoas ainda acreditam que o dólar subirá em relação a todas as moedas do mundo.

Há um ditado muito sábio que diz: quando todas as pessoas vão para um mesmo lado, o barco vira… Esse pode ser um desses momentos.”

E esse realmente foi um desses momentos: o dólar agora já está abaixo de R$3,70 e vários economistas e analistas estão correndo para mudar seus prognósticos para a moeda norte-americana.

Estamos agora avaliando a oportunidade que um movimento desses criou.

Na verdade, se pararmos para pensar calmamente como investidores e não como brasileiros apaixonados pelo país, podemos ter um bom ponto de entrada em dólar.

Nada mudou na economia e o PT ainda está no poder. Na verdade, a maioria dos analistas políticos não veem um impeachment no curto-prazo. Assumindo que eles estejam certos, o ponto de entrada para o dólar agora parece interessante. Assumindo que eles estejam errados e o impeachment seja iminente, pouca coisa mudará no curto-prazo, a não ser pela disposição de alguns e pela melhora na confiança. Os verdadeiros resultados podem ainda demorar a aparecer, em função da inércia e das incertezas que pairam e continuariam a pairar numa eventual troca de governo.

Assim, vamos monitorando a situação bem de perto para o aparecimento de boas oportunidades, sempre focando no longo-prazo.

 

Comentários

Deixe seu comentário

Todos os campos são obrigatórios
Pesquisar
Publicações Recentes

Dev by

É recomendada ao investidor a leitura cuidadosa do prospecto e do regulamento ao aplicar os seus recursos. A L2 Capital Partners não comercializa cotas de fundos e/ou clubes de investimento ou qualquer ativo financeiro. Conheça nossa Política de Voto.