Guerra ao Dinheiro

Estamos assistindo recentemente a uma guerra sem igual: a guerra ao dinheiro! Há alguns meses temos acompanhado “intelectuais” e “pesquisadores” de renomadas Universidades recomendarem um banimento do dinheiro de papel e a mudança para um mundo totalmente digital.

Hoje tivemos a primeira batalha, com o ECB (Banco Central Europeu) banindo as notas de EUR500, sob o pretexto de que essas notas estavam financiando evasão de impostos, crimes financeiros, terrorismo e corrupção.

Não vamos nem entrar no mérito de uma justificativa tão absurda dessas, mas é importante saber o que está realmente acontecendo.

Os Bancos Centrais estão desesperados. Eles estão implementando medidas extremas com, até então, pouca (ou nenhuma) eficácia, como taxas de juros próximas de zero e até mesmo negativas.

Taxas de juros negativas dão à população um incentivo a mais para consumir, segundo os BCs, e não economizar. Como os BCs decidiram que a população TEM que consumir para tirar o mundo da crise, eles resolveram abaixar as taxas de juros e até torná-las negativas (já discutimos sobre a imbecilidade dessa alternativa). Infelizmente, a população ficou com medo e começou a guardar dinheiro embaixo do colchão – literalmente. E a melhor forma para se guardar dinheiro de papel é conseguir as notas com o maior valor nominal (no caso da União Europeia, notas de EUR500) para que ocupem o menor espaço possível.

Banindo as notas de EUR500 de circulação, o BCE está, efetivamente, retirando cerca de 30% do valor do dinheiro de circulação, conforme gráfico abaixo – e, consequentemente, aumentando os depósitos em banco, mais fáceis de serem manipulados e controlados.

notas euro

Essa medida deve enfraquecer o Euro e fortalecer o Dólar, o Franco Suíço e, principalmente, o ouro – que não pode ser fabricado do nada e nem monitorado.

 

Comentários

Deixe seu comentário

Todos os campos são obrigatórios
Pesquisar
Publicações Recentes

Dev by

É recomendada ao investidor a leitura cuidadosa do prospecto e do regulamento ao aplicar os seus recursos. A L2 Capital Partners não comercializa cotas de fundos e/ou clubes de investimento ou qualquer ativo financeiro. Conheça nossa Política de Voto.