China Rouba a Cena

Hoje é certamente um dia atípico, com muitas notícias para o mercado. Aqui no Brasil, vimos o ex-presidente Lula ser denunciado pelo MP de São Paulo. Além disso, crescem as pressões para que ele aceite um Ministério (provavelmente o da Casa Civil) no governo Dilma para ter foro privilegiado e poder escapar da Lava-Jato.

Também saiu a Ata da última reunião do Copom (Comitê de Política Monetária), que veio bastante dovish.

No front internacional, teremos em algumas horas o pronunciamento de Mario Draghi e a decisão do BCE com relação ao corte da taxa de juros (atualmente em -0.4%aa) e ao aumento dos estímulos (mais QE).

São todas notícias bastante importantes, mas a maior delas, para nós, é a notícia de que o governo chinês está preparando um plano para comprar dos bancos todos os NPL (non-performing loans, ou créditos de liquidação duvidosa). O mais chocante, ainda, é que a grande mídia está mencionando isso!!! Acreditamos que, em alguns dias, eles vão se tocar e vão começar a mencionar essa que para nós é a grande notícia do dia, ofuscando a decisão do BCE.

Um pouco de história recente é importante para nos situarmos. No começo desse ano, Kyle Bass, um dos maiores investidores do mundo (que ficou famoso após antever a crise do subprime nos EUA), abriu o que era sua maior aposta para o curto e médio prazo: uma desvalorização brusca do Yuan chinês. Sua tese de investimento é a seguinte: no sistema bancário chinês, o valor total dos ativos é de aproximadamente US$35 trilhões, desses, o governo estima que US$614 bilhões sejam de NPL, no entanto o mercado estima algo entre US$3 e 7 trilhões, algo que transformaria as reservas chinesas, atualmente de pouco mais de US$3 trilhões, em absolutamente nada da noite para o dia.

Assim, a China seria obrigada a desvalorizar sua moeda para evitar um cataclismo. Por isso, vários chineses já estariam enviando recursos para outros lugares, das mais variadas maneiras.

Essa era a tese de investimento de vários grandes investidores, não só de Kyle Bass, mas também de Ray Dalio, George Soros, etc.

Porém, um relatório da Reuters aponta que o Banco Central Chinês está preparando algo diferente. Seriam regulamentações para que os bancos comerciais pudessem trocar os NPLs por ações das empresas. Como esses NPLs sumiriam dos balanços dos bancos, eles teriam mais recursos para emprestar e fazer com que a economia aumentasse sua taxa de crescimento.

Inacreditável, verdade? Pois então, além de não resolver um problema, cria-se outro muito maior. Importante lembrar que os problemas das empresas não se resolverão com essas medidas – elas ainda continuarão inviáveis, embora permaneçam solventes. Mas isso é uma questão de tempo… E os bancos perderão ainda boa parte de seus ativos bons e reservas. Se essa legislação realmente passar, ela criará um problema muito maior para o futuro.

Continuamos recomendando aos nossos clientes a compra de ouro e prata físicos, que não podem ser fabricados à vontade, representam ativos reais e constituem reserva de valor. Quando esses problemas vierem à tona, a crise de 2008 parecerá um piquenique no parque!

Comentários

Deixe seu comentário

Todos os campos são obrigatórios
Pesquisar
Publicações Recentes
Sem categoria

Energia Limpa, sim senhor!

Essa semana fomos surpreendidos por temperaturas muito abaixo do normal até mesmo para essa época do ano em várias regiões dos EUA, com destaque para

Continuar lendo

Contato

Brasil
Vila da Serra, Nova Lima - MG
CEP: 34.006-059

Dev by

É recomendada ao investidor a leitura cuidadosa do prospecto e do regulamento ao aplicar os seus recursos. A L2 Capital Partners não comercializa cotas de fundos e/ou clubes de investimento ou qualquer ativo financeiro. Conheça nossa Política de Voto.