Short Positions

Semana passada, assistimos ao declínio de algumas das ações favoritas do mercado: Apple e Amazon.

O que essas ações, juntamente com Facebook, Netflix e Tesla tem em comum? São todas ações de empresas famosas, com altas taxas de crescimento e múltiplos estelares.

Gostamos do modelo de negócios de todas as empresas e admiramos seus respectivos CEOs/fundadores, mas achamos que tudo tem seu preço – e elas não são diferentes.

Apesar de serem vedetes do setor de tecnologia, todas dependem da economia real para prosperarem. Pelo menos no longo-prazo. A Tesla tem que vender carros; o Facebook, anúncios; a Amazon, itens de varejo; a Apple, cuja maior parte da receita vem de apenas um produto, o iPhone, também está sujeita à economia real (e tem os múltiplos bem próximos à Terra); por último, o Netflix, com seus filmes e séries e crescimento fora dos EUA.

Já passamos por vários ciclos de mercado e achamos que esse é mais um deles. Ainda não vimos ninguém ganhar dinheiro no longo-prazo comprando ações que estejam avaliadas a 100 ou mais vezes o lucro.

Para quem tem estômago e visão de longo-prazo, pensar em abrir um short position em algumas dessas ações não nos parece uma má ideia. É impossível para essas empresas continuar crescendo a taxas elevadas por um período muito grande de tempo, e seus múltiplos se ajustarão, com declínio nos preços.

Disclosure: estamos short em Tesla e Amazon

Comentários

Deixe seu comentário

Todos os campos são obrigatórios
Pesquisar
Publicações Recentes

Contato

Brasil
Vila da Serra, Nova Lima - MG
CEP: 34.006-059

Dev by

É recomendada ao investidor a leitura cuidadosa do prospecto e do regulamento ao aplicar os seus recursos. A L2 Capital Partners não comercializa cotas de fundos e/ou clubes de investimento ou qualquer ativo financeiro. Conheça nossa Política de Voto.