Surpresa, surpresa: FED não sobe os juros

Como amplamente esperado por nós e por todos os leitores do nosso blog, o FED manteve, mais uma vez, a taxa
de juros inalterada.

Já estamos chegando no sétimo ano de juros zero e a tão esperada alta ficou para depois. Vale lembrar
que esse movimento não deveria ser surpreendente para ninguém: há pouco mais de 3 meses, o mercado dava como certa a alta de juros em junho. Agora ficou para a próxima reunião (como sempre) – nós continuamos duvidando.

E depois de ler o comunicado do FED e assistir a entrevista da Janet Yellen, nos parece que quem espera uma alta significativa na taxa de juros vai ficar desapontado. Yellen continua “dependendo de dados”, e nós já sabemos que os dados não serão bons!

O que poderia mudar na economia de agora até a próxima reunião, em 3 meses? Por que não subir os juros já de uma vez? Qual outra melhora no mercado de trabalho seria preciso para que essa alta acontecesse? Vale lembrar que sempre que o FED impõe uma regra para subir os juros, eles mudam a regra no final: desemprego a 6.5%, inflação em 2%,
etc.

A grande verdade é que não há recuperação alguma na economia norte-americana e o FED sabe disso. Infelizmente, eles têm que manter isso para eles e fingir que tem a intenção de subir as taxas de juros, mas sem fazê-lo. Sempre fica para a próxima reunião.

E ontem vimos uma Yellen reforçando que não sabe o porquê as pessoas estão tão focadas nessa primeira alta, o importante seria a trajetória; além disso, segundo ela, se essa alta ocorrer, não significa que outras virão, ou seja, o FED pode subir a taxa de juros de zero para 0.25%aa e pausar por um tempo.

Isso não parece ser uma economia vibrante…

Continuamos sugerindo aos nossos clientes uma pequena exposição física em metais preciosos.

Comentários

Deixe seu comentário

Todos os campos são obrigatórios
Pesquisar
Publicações Recentes

PODCAST – Jesse Redmond – Cannabis

Neste episódio, Marcelo Lopez teve uma conversa muito interessante com Jesse Redmond, Head de Cannabis da Water Tower Research. Jesse discutiu a situação atual do mercado de cannabis nos EUA, os possíveis gatilhos e as perspectivas de investimento. Redmond também explicou o papel que os estados desempenham neste universo, os catalisadores políticos existentes, incluindo a SAFE Banking Act, revisão de cronograma, questões relacionadas a impostos e o que esperar do memorando de Garland.

Continuar lendo

Podcast #36: Jim Grant – Global Markets

Neste episódio, Marcelo Lopez teve uma conversa muito interessante com Jim Grant, fundador e editor do Grant’s Interest Rate Observer. Jim falou sobre os muitos riscos que estão presentes nos mercados hoje, de private equity a títulos de alto rendimento. Além disso, Jim deu sua opinião sobre taxas de juros e inflação e seus possíveis impactos na economia. Ele também nos deu palestras sobre sua commodity preferida, o ouro, e falou sobre energia nuclear e urânio. Por último, mas não menos importante, ele nos deixou 3 excelentes recomendações de livros.

Continuar lendo

180º

Em setembro de 2018, escrevi um artigo para o InfoMoney intitulado “Cannabis: só doidão investe”. Nele, falava sobre a Tilray, empresa do setor de cannabis

Continuar lendo

Dev by

É recomendada ao investidor a leitura cuidadosa do prospecto e do regulamento ao aplicar os seus recursos. A L2 Capital Partners não comercializa cotas de fundos e/ou clubes de investimento ou qualquer ativo financeiro. Conheça nossa Política de Voto.