Relatório de Emprego

Há pouco mais de 1hora, o BLS (Bureau of Labor Statistics) apresentou o (de novo) mais esperado Relatório de Emprego (nonfarm payrolls).

O relatório mostrou a criação de 215 mil novos empregos, contra uma expectativa do mercado de 225 mil. Apesar de frustrante (para os que ainda acreditam na recuperação da economia norte-americana), o relatório não foi frustrante o suficiente para fazer com que o FED não suba a taxa de juros logo agora em setembro, de acordo com fontes do mercado.

Apesar da falta de empolgação com os números divulgados, eles nem de perto foram tão ruins quanto o relatório de junho.

A taxa de desemprego ficou em 5,3%, estável. E nem podemos olhar para o tipo de emprego criado, senão a decepção é ainda maior! Basta ver que o número de empregos criados para pessoas com 55 anos ou mais foi de 211 mil no total. E o número de vagas fechadas para pessoas com idade entre 25 e 54 foi de 131 mil. Isso indica que, infelizmente, os aposentados tem que voltar a trabalhar, já que o montante que eles economizaram durante a vida está sendo remunerado a zero por cento e o custo de vida está subindo.

O mais espantoso é a participação no mercado de trabalho: essa caiu para o menor índice desde 1977, apenas 62,6%, graças a uma saída de 144 mil pessoas.

Apesar de o Japão ter provado que taxa de juros baixa não é receita para levar um país ao crescimento, os EUA insistem nessa política de efeito riqueza, onde uma baixa taxa de juros leva a uma alta nos preços dos ativos, fazendo com que a população se sinta mais rica e gaste mais, girando, assim, a economia.

Esse efeito riqueza é uma ilusão e é sempre revertido durante o crash, que inevitavelmente vem. Mais ainda, a dívida adquirida durante o período de boom continua (já que ela é nominal), o que resulta em baixo crescimento durante os próximos anos, baixa taxa de investimentos e, infelizmente, mais regulamentação (exatamente o que o livre mercado não precisa).

Correndo o risco de parecer repetitivo, não vemos uma recuperação na economia norte-americana e recomendamos aos nossos clientes ter um bom colchão de liquidez no momento e uma exposição física pequena aos metais preciosos.

 

Comentários

Deixe seu comentário

Todos os campos são obrigatórios
Pesquisar
Publicações Recentes
Sem categoria

Energia Limpa, sim senhor!

Essa semana fomos surpreendidos por temperaturas muito abaixo do normal até mesmo para essa época do ano em várias regiões dos EUA, com destaque para

Continuar lendo

Contato

Brasil
Vila da Serra, Nova Lima - MG
CEP: 34.006-059

Dev by

É recomendada ao investidor a leitura cuidadosa do prospecto e do regulamento ao aplicar os seus recursos. A L2 Capital Partners não comercializa cotas de fundos e/ou clubes de investimento ou qualquer ativo financeiro. Conheça nossa Política de Voto.