Concentração de Riqueza e QE

Relatório divulgado pela Oxfam International há dois dias mostra que os 1% mais ricos da população terão metade da riqueza do mundo em 2016. Essa concentração de riqueza subiu consideravelmente, de 44% em 2009 para 50% em 2016.

Coincidentemente, desde então, os programas de juros zero e QE vêm sendo postos em prática.

Como vimos falando há anos, esse programa é imoral e serve apenas para transferir riqueza da classe média para os super-ricos.

Com a “ajudinha” desses programas, os preços de tudo sobem bastante. Como os super-ricos têm ativos, eles se beneficiam da situação, enquanto que a classe média sofre com o alto custo de vida (inflação).

Continuamos sugerindo aos nossos clientes metais preciosos, especialmente o ouro, como investimento à prova dos Bancos Centrais.

Comentários

Deixe seu comentário

Todos os campos são obrigatórios
Pesquisar
Publicações Recentes

PODCAST – Jesse Redmond – Cannabis

Neste episódio, Marcelo Lopez teve uma conversa muito interessante com Jesse Redmond, Head de Cannabis da Water Tower Research. Jesse discutiu a situação atual do mercado de cannabis nos EUA, os possíveis gatilhos e as perspectivas de investimento. Redmond também explicou o papel que os estados desempenham neste universo, os catalisadores políticos existentes, incluindo a SAFE Banking Act, revisão de cronograma, questões relacionadas a impostos e o que esperar do memorando de Garland.

Continuar lendo

Podcast #36: Jim Grant – Global Markets

Neste episódio, Marcelo Lopez teve uma conversa muito interessante com Jim Grant, fundador e editor do Grant’s Interest Rate Observer. Jim falou sobre os muitos riscos que estão presentes nos mercados hoje, de private equity a títulos de alto rendimento. Além disso, Jim deu sua opinião sobre taxas de juros e inflação e seus possíveis impactos na economia. Ele também nos deu palestras sobre sua commodity preferida, o ouro, e falou sobre energia nuclear e urânio. Por último, mas não menos importante, ele nos deixou 3 excelentes recomendações de livros.

Continuar lendo

180º

Em setembro de 2018, escrevi um artigo para o InfoMoney intitulado “Cannabis: só doidão investe”. Nele, falava sobre a Tilray, empresa do setor de cannabis

Continuar lendo

Dev by

É recomendada ao investidor a leitura cuidadosa do prospecto e do regulamento ao aplicar os seus recursos. A L2 Capital Partners não comercializa cotas de fundos e/ou clubes de investimento ou qualquer ativo financeiro. Conheça nossa Política de Voto.