China rebaixada

Com uma pequena demora com relação à Moody´s, a agência de risco S&P rebaixou a nota de crédito da China de AA- para A+ (perspectiva estável). O país ainda é grau de investimento, mas a S&P acredita que o risco do aumento da dívida ficou maior e pode causar problemas.

Vale a pena notar que no próximo mês haverá o Congresso para o Partido Comunista Chinês e esse anúncio pode trazer desconforto aos líderes do país.

Como já mencionamos várias vezes, os produtos de wealth management na China são uma caixa preta alavancada e é aí que mora o grande risco. Esses produtos são de curto-prazo e com retornos bem acima da média chinesa, com um mercado de cerca de USD4 trilhões ou, em perspectiva, 40% do PIB chinês.

Para os mais ousados, uma boa maneira de se apostar contra esse excesso é através de uma posição short (vendida) em China Evergrande.

Comentários

Deixe seu comentário

Todos os campos são obrigatórios
Pesquisar
Publicações Recentes

Dev by

É recomendada ao investidor a leitura cuidadosa do prospecto e do regulamento ao aplicar os seus recursos. A L2 Capital Partners não comercializa cotas de fundos e/ou clubes de investimento ou qualquer ativo financeiro. Conheça nossa Política de Voto.